Nota sobre declarações de dirigente

  • -

Nota sobre declarações de dirigente

Categoria : Noticias Rápidas

O Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de Goiás (Safego) condena as declarações a imprensa, do diretor de futebol, João Rodrigues, conhecido como Cocá.

Após a derrota de seu time, a Aparecidense, neste último sábado de Carnaval, o dirigente foi no mínimo desrespeito, ao questionar a arbitragem do jogo, comandada pelo árbitro Jefferson Ferreira.

Ao jornal O Popular, o dirigente disse que iria solicitar a Comissão de Arbitragem, árbitros mais experientes, de primeira linha e sugeriu que Jefferson fosse um “aprendiz”.

O Safego não admite qualquer ingerência de clubes a favor ou em desfavor da escalação de qualquer árbitro do quadro de associados.

Quanto ao pedido, por árbitros mais experientes, Jefferson Ferreira, se encaixa na exigência.

O árbitro pertence ao quadro nacional da CBF desde 2016, do quadro local desde 2010, tendo atuado em jogos decisivos, como três finais da Divisão de Acesso e já está em seu quinto Goianão.

Com relação a “aprendiz” o Safego acredita que todos nós somos, afinal as regras do jogo de futebol passam por atualizações e nossos árbitros estão em constante processo de aprendizado, o que faz do nosso quadro, um dos melhores do país.

Lamentamos o comportamento ainda comum, por parte de dirigentes, que tentam justificar fracassos em cima da arbitragem de futebol.

E assim como o João Rodrigues, esperamos também contar com “dirigentes de primeira linha”, que façam uma autocrítica, cresçam profissionalmente,, sejam mais respeitosos e contribuam para melhorar ainda mais o nosso futebol.